CP I Plantel reclama três meses de salário em atraso

Os jogadores do UD Leiria alegam não receber salários desde setembro e há já vários que colocam a hipótese de avançar para a rescisão de contrato com justa causa. A greve aos treinos e a participação da situação ao Sindicato dos Jogadores também são possibilidades em cima da mesa.

O plantel, apurou A BOLA, estabeleceu o próximo dia 10 como limite para avançar para uma tomada de posição de força. Além da situação salarial, a SAD, que durante a quadra natalícia apresentou Filipe Cândido como novo treinador, debate-se com outro problema, uma avultada dívida à Câmara de Leiria
pela utilização do Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, a qual ascenderá já a mais de €63 mil.

A BOLA

Você pode deixar um comentário, ou um link a partir do seu site.

Escreva um comentário

Tem de efectuar log in para comentar o artigo.

Criado por pombaldir.com Nenhuma parte deste site pode ser reproduzido sem a autorização do jornal "O Derbie" Sugestões e Criticas a este site: [email protected] ou 968 628 512 e 236 217 163