Alcanenense operou reviravolta e arrecada mais três pontos

Foi um jogo de muita atitude e entrega de ambas as equipas, e com duas partes distintas. A equipa do Liz entrou melhor e marcou logo aos 4 minutos de jogo, resultado com que iriam para o intervalo numa primeira parte com poucos lances de perigo. Na segunda parte os pupilos de José Torcato entraram com muita atitude e muito querer e acabaram por ser mais felizes, dando a reviravolta no marcador e alcançando a segunda vitória consecutiva depois de terem conseguido também uma reviravolta no marcador no Estoril.

Começou melhor a partida a equipa de Leiria e logo aos 4 minutos de jogo concretizou uma oportunidade através de Nicky que, já dentro da área e em posição quase frontal, rematou forte para o fundo da baliza de José Miguel.

À passagem do minuto 15, bom entendimento do lado esquerdo da forma como o Alcanenense atacava entre João Mendes e João Costa, este último remata forte mas o guardião de Leiria, Dário Caetano, desvia para canto.
Até final da primeira parte muita luta pela posse de bola mas muito pouco perigo junto das áreas.

Certamente José Torcato disse aos seus jogadores nos balneários que queria ainda mais atitude para a segunda parte e o que é certo que houve de facto ainda mais atitude e querer dos jogadores de Alcanena. Ao segundo minuto da segunda parte o capitão de equipa de Alcanena, Mário Maeda, ensaia o remate de longe, mas este sai fraco e Dário Caetano segura sem qualquer dificuldade.

Na resposta do Leiria, na sequência da marcação de um pontapé de canto aos 6 minutos, o avançado do Liz salta mais alto que a defensiva de Alcanena e cabeceia para uma defesa de recurso de José Miguel.

Aos 12 minutos o golo do empate. Lançamento longo do lado direito do ataque da equipa da casa com a bola a viajar até à entrada da área, na confusão esta vai até ao lado contrário onde aparece João Costa a rematar em jeito colocando-a no poste mais distante concretizando um grande golo.

Aos 27 minutos, contra-ataque do Alcanenense pelo lado direito com Guilherme Barbosa a correr meio campo, a conseguir fugir a um adversário e a rematar, mas às malhas laterais.
Com 43 minutos de jogo neste segundo tempo, o árbitro da partida assinala uma falta sobre o jogador da casa no lado esquerdo do ataque já perto da linha de fundo e perto da linha da grande área. Sai cruzamento para a entrada da pequena área onde aparece Welisson a saltar mais alto e a cabecear para o fundo da baliza fazendo a reviravolta no marcador.

Antes do apito final do árbitro e já em tempo de descontos, o Leiria dispõe de um remate de longe mas a bola passa por cima da baliza de José Miguel.

Vitória justa da equipa da casa principalmente pela entrega e atitude que tiveram dentro das quatro linhas. Procuraram a felicidade, encontraram-na e mereceram-na. Bom trabalho da equipa de arbitragem que viajou do Algarve.

MEDIO TEJO.NET

Estádio Municipal Joaquim Maria Batista, em Alcanena

ATLÉTICO CLUBE ALCANENENSE 2
José Miguel, Tomás Brites, Welisson, João Afonso, Guilherme Barbosa, João Mendes (João Moreira), João Costa, Mário Maeda (Fernado Pedreiro), Cesar Telles, Sandro Moço (bernardo Louro) e Marco Faria.
Suplentes não utilizados: Ramnon Soares, Gabriel Cosin, Tomás Pereira e Filipe Moreira.
Treinador: José Torcato

UNIÃO DESPORTIVA LEIRIA 1
Dário Caetano, Ilyas, Celso, Tiago Claro, Bruno, Pedro, André Carvalho (Tomás Costa), Maksim, Mamadou Jaló, Nicky (Miguel Oliveira) e Vasco (Tomás Dionísio).
Suplentes não utilizados: Francisco, Sidico, Baião e Tomás Piedade.
Treinador: Armando Costa

GOLOS: Nicky, João Costa e Welisson.

EQUIPA DE ARBITRAGEM: Tiago Cravo, Luís Costa e Mário Pereira (AF Algarve).

Você pode deixar um comentário, ou um link a partir do seu site.

Escreva um comentário

Tem de efectuar log in para comentar o artigo.

Criado por pombaldir.com Nenhuma parte deste site pode ser reproduzido sem a autorização do jornal "O Derbie" Sugestões e Criticas a este site: [email protected] ou 968 628 512 e 236 217 163