AF.Aveiro I Ovarense quer voltar a brilhar no campeonato

“Uma equipa à imagem da Ovarense para premiar a cidade depois de tudo o que passou com o covid”. Tiago Leite, treinador dos vareiros, lança os dados para a nova temporada, na qual a sua equipa terá de saber lidar com as elevadas expetativas nela depositadas, depois do brilharete em 2019/2020. Num ano diferente do habitual, o técnico define os objetivos por etapas. Primeiro há que garantir um lugar entre os quatro primeiros classificados na primeira fase para, mais lá para a frente, poder lutar por algo mais.

Em março, Ovar transformou-se no epicentro de uma pandemia que entrava em fase de expansão no nosso país. A cerca sanitária a que foi imposta fê-la símbolo do combate a “um vírus que afetou toda gente”, ainda que tenha “fustigado” particularmente uma cidade que se fechou em si própria durante cerca de um mês. Foram tempos excecionais, que vincaram a superação de um povo que, ao longo da última época, se habituou a ver o clube da cidade a “jogar bem e a ganhar muitas vezes” no Campeonato SABSEG.

Tiago Leite sabe que a fasquia está alta para a AD Ovarense, depois de um ano em que “o objetivo da manutenção foi conseguido com brilhantismo, com o 2.º lugar” na tabela classificativa. “A época passada foi maravilhosa, mas ficou a meio. Para além do campeonato, também estávamos nas meias-finais da taça”, recorda o técnico, que espera ver a sua equipa “canalizar essa frustração (do cancelamento da temporada) e tentar partir para a próxima ainda com mais vontade, ambição e querer”.

Num clube que foi vice-líder na última edição do Campeonato SABSEG, falar na discussão do título não é assunto tabu. “Em todos os clubes, temos de pensar obrigatoriamente em mais e melhor. No nosso caso só há uma posição possível, mas o campeonato vai ser distinto, com duas séries”, adverte Tiago Leite, que aponta aos quatro primeiros lugares da fase inicial como objetivo inicial, “para podermos lutar por algo mais” na fase de subida.

O técnico não esconde que o novo modelo competitivo desenhado para a próxima edição do Campeonato SABSEG “não é nada proveitoso para nenhuma das equipas”, uma vez que “jogar todos contra todos seria o mais justo”, mas concede que “a AFA não tinha muita margem para fazer diferente”. Definidas as regras, cabe à AD Ovarense “tentar entrar muito forte no campeonato, como na época passada, colocar-se numa posição boa da tabela e, depois, fazer o seu percurso”, numa época “sem tanta margem de erro”.

Plantel da AD Ovarense:
Guarda-redes: Nuno Crujeira, Rui Lima (ex-FC Cesarense), Renato Lopes;
Defesas: Márcio Reis (ex-AA Avanca), Bruno Santos, Fábio Pereira, Paulo Ribeiro (ex-Lusitânia de Lourosa FC, juniores), Gustavo Magalhães, Jorge Brandão, Roger (ex-SC São João de Ver);
Médios: Tiago Barroqueiro, Tiago Andrade, Diogo Ventura, Diogo Estevão, Joãozinho (ex-SC São João de Ver), Renato Tavares, Bruno Costa, João Almeida;
Avançados: Fábio Novo, Lima (ex-FC Pampilhosa) e Tigas.

Você pode deixar um comentário, ou um link a partir do seu site.

Escreva um comentário

Tem de efectuar log in para comentar o artigo.

Criado por pombaldir.com Nenhuma parte deste site pode ser reproduzido sem a autorização do jornal "O Derbie" Sugestões e Criticas a este site: [email protected] ou 968 628 512 e 236 217 163