CP I Fundo de garantia já ajudou seis clubes

O Sindicato dos Jogadores já apoiou atletas de seis clubes desde o início da temporada, com recurso ao fundo de garantia salarial, em articulação com a Federação Portuguesa de Futebol. Foram ajudados os plantéis dos sub-23 do Aves (7 775 euros) e cinco clubes do Campeonato de Portugal: AD Oliveirense (20 600 euros), Leiria (11 800), União da Madeira (11 400), Fátima (11 950) e Olímpico do Montijo (9 650), montantes que totalizam 73 175 euros.

Só este mês, o organismo presidido por Joaquim Evangelista acionou o fundo de garantia para apoiar os atletas do União da Madeira, Fátima e Montijo, num valor que chega aos 33 mil euros. Evangelista pede punições para os emblemas do CdP que não cumprirem com os compromissos. “Os jogadores têm tido um comportamento exemplar, são um verdadeiro exemplo de união e solidariedade. Deixo, por isso, este agradecimento pelos contributos que tantos jogadores e famílias estão a dar”, afirmou, aludindo à campanha solidária que está a decorrer no CdP.

“Os clubes não podem deixar sem rendimento os seus jogadores e as suas famílias. Foram criados mecanismos de apoio financeiro pela Federação e é inaceitável que não sejam utilizados para responder a esta situação de crise. Os clubes não podem aproveitar-se destas ações para se demitir das suas responsabilidades”, acrescentou, em declarações ao site do Sindicato. “Têm de ser penalizados no acesso à competição na próxima época. Finalmente, é importante fazer chegar o dinheiro a quem precisa e que ninguém se aproveite do estado de necessidade que o país atravessa”, concluiu.

Jornal O JOGO

Você pode deixar um comentário, ou um link a partir do seu site.

Escreva um comentário

Tem de efectuar log in para comentar o artigo.

Criado por pombaldir.com Nenhuma parte deste site pode ser reproduzido sem a autorização do jornal "O Derbie" Sugestões e Criticas a este site: [email protected] ou 968 628 512 e 236 217 163