Liga Pro I João Carlos Pereira confiante no regresso às vitórias da briosa

Horas depois de orientar o primeiro treino ao serviço da Briosa, neste seu regresso a Coimbra, João Carlos Pereira dirigiu-se aos adeptos dos capas negras com muita esperança no discurso.

O técnico tem noção da atual situação, nomeadamente a incómoda posição na tabela classificativa, e, nesse sentido, pede o apoio de todos quantos gostam do clube para que a equipa possa inverter o rumo de um início de época que ficou muito aquém do esperado.

Sem fazer falsas promessas, João Carlos Pereira sabe que a Briosa, pela sua história no futebol português, tem responsabilidades e que, por essa razão, o pecúlio desportivo deve honrar os pergaminhos do clube. Assim, sublinha, é preciso meter mãos à obra e unir as tropas em redor da equipa profissional de futebol.

«Estou grato pela oportunidade que a Direção da Académica, na pessoa do seu presidente, me proporcionou. A Académica é um clube pelo qual muito pouca gente fica insensível e no meu caso a Briosa representa muito para mim.

É um prazer estar de volta e sei que tenho, assim como todo o staff e estrutura, um trabalho árduo pela frente, mas, ao mesmo tempo, entusiasmante. Temos de o encarar com paixão e com confiança! Um clube como a Académica coloca sempre em nós a responsabilidade de dar o nosso melhor e é isso que vamos fazer.

Naturalmente não estamos numa posição na tabela classificativa que nos permite estar tranquilos e esse passa a ser o nosso primeiro objetivo, o de tirar a equipa desta posição incómoda. Vamos ainda, e com certeza, reduzir a desvantagem pontual em relação às equipas que estão mais acima e que têm legítimas aspirações. Embora, e na verdade, neste momento não dependamos apenas de nós para chegarmos a um lugar que nos permita lutar pela subida de divisão. De qualquer das formas, a nossa ambição e a nossa responsabilidade por envergar esta camisola a isso nos obriga.

Acima de tudo é um momento, e digo de forma franca e honesta, de nos unirmos ainda mais em volta dos jogadores e da equipa, porque a nossa equipa precisa de todo o apoio e do melhor que todos os academistas podem dar. Faço um apelo para que as pessoas venham ao Estádio Cidade de Coimbra, que apoiem os jogadores, que criem um ambiente de apoio e conforto porque todos somos poucos. Precisamos da Mancha Negra, precisamos das bancadas compostas, precisamos da força que a Académica sempre teve. Ficaria muito feliz que fossemos jogar fora e tivéssemos o apoio daqueles milhares de pessoas que acompanham a equipa e que sentem a Académica como ninguém. Este é o meu desejo!

Como disse, todos somos poucos e neste momento temos de nos agarrar a tudo, temos de nos unir à volta dos jogadores e apoiar de forma a conseguirmos fazer aquilo que todos desejamos, que é trazer à Académica uma dinâmica diferente, aumentar a nossa autoestima, aumentar a alegria no seio academista. Um bem-haja para todos! Viva a Académica!».

Recorde-se que a estreia de João Carlos Pereira no comando técnico dos estudantes está agendada para o próximo sábado (16.45 horas), no terreno do Famalicão, em partida referente à 4.ª eliminatória da Taça de Portugal.

A BOLA

Você pode deixar um comentário, ou um link a partir do seu site.

Escreva um comentário

Tem de efectuar log in para comentar o artigo.

Criado por pombaldir.com Nenhuma parte deste site pode ser reproduzido sem a autorização do jornal "O Derbie" Sugestões e Criticas a este site: [email protected] ou 968 628 512 e 236 217 163