Nespereira jogou cerca de 2 minutos com 12 jogadores

O caso aconteceu no jogo da 2ª Divisão Distrital, no encontro entre aquela formação e o Futebol Clube de Pala. Na altura de uma dupla substituição, a cerca de 15 minutos do final da partida, ninguém se apercebeu de que estava mais um jogador em campo do que o permitido por lei. Só passados quase 2 minutos é que o treinador da equipa da casa alertou a equipa de arbitragem.

Decorriam cerca de 30 minutos do segundo tempo, no jogo da 2ª jornada do Campeonato Distrital da 2ª Divisão da Associação de Futebol da Guarda, entre a Associação Recreativa e Desportiva de Nespereira e o Futebol Clube de Pala, quando o treinador do Nespereira fez uma alteração na equipa que estava em campo. Segundo os responsáveis da equipa de Pinhel, o jogador que deveria ter saído ficou em campo, tal como o atleta que entrou, supostamente para o seu lugar.

Na altura, nem os responsáveis da formação local, nem os visitantes e a equipa de arbitragem se aperceberam que a Associação Recreativa e Desportiva de Nespereira estava a jogar com 12 jogadores. Uma fonte do FC Pala contou que, na altura, também não se apercebeu do caso, acrescentando ainda que não sabe ao certo quantos minutos é que o adversário jogou com 12 elementos. Na altura o resultado já estava em 2-1, favorável à equipa da casa, resultado que viria a verificar-se no final da partida. «Faltavam uns 15 minutos mais os descontos e fomos nós que alertámos a equipa de arbitragem. Depois o árbitro [Rui Ventura] deu um cartão amarelo a um outro jogador. Se tivesse sido ao que não saiu seria o segundo amarelo», adiantou a mesma fonte.

Agora, a direcção do Futebol Clube de Pala vai expor o caso à Associação de Futebol da Guarda, mas os responsáveis do clube do concelho de Gouveia desvalorizam o assunto. Fonte do clube referiu que «foram apenas um ou dois minutos e não foi por isso que o Pala perdeu». «Fui eu que chamei a atenção do árbitro», garante o treinador, Quim-Jó, que este ano regressou ao futebol sénior. Quim Jó acrescentou que «o árbitro decidiu bem e deu o cartão a quem tinha de dar».

O Futebol Clube de Pala tenciona fazer uma exposição à Associação de Futebol da Guarda para dar conta do sucedido no jogo contra o Nespereira.

Rádio F

Você pode deixar um comentário, ou um link a partir do seu site.

Escreva um comentário

Tem de efectuar log in para comentar o artigo.

Criado por pombaldir.com Nenhuma parte deste site pode ser reproduzido sem a autorização do jornal "O Derbie" Sugestões e Criticas a este site: [email protected] ou 968 628 512 e 236 217 163