Análise da 3.ªjornada do Campeonato Lizsport

A terceira jornada disputou-se no passado domingo, com destaque para o facto de o Sporting de Pombal e a Boavista serem os líderes da competição. No principal jogo da ronda, o GRAP confirmou o favoritismo em Alcobaça. O “jovem” Pedro Emanuel, do Marinhense, voltou a demonstrar toda a qualidade que lhe é reconhecida.

A terceira jornada rendeu 22 golos. Apenas um jogo terminou com a repartição de pontos e o factor casa continua a imperar.

Carlos Rodrigues 

GUIENSE 0 – ALQ.SERRA 0
Árbitro: Pedro Menino (3)

Num jogo bastante equilibrado, a emoção surgiu apenas na segunda metade em que ambos os conjuntos poderiam ter marcado. No final ajusta-se a repartição de pontos. O árbitro Pedro Menino realizou um trabalho regular. Pecou no aspecto disciplinar.

ANSIÃO 3 – MARRAZES 0
Árbitro: José Agostinho (3)
O Ansião foi uma equipa eficaz, perante um Marrazes abaixo do esperado. Algumas ausências na turma de Nelson Sousa tem condicionado a estratégia da equipa. Diogo Ribeiro na posição 8 tem sido uma agradável surpresa.
O árbitro teve uma prestação positiva, contudo o episódio caricato que aconteceu não pode voltar a acontecer. Erros destes pagam-se caro.

BOAVISTA 3 – MACEIRINHA 1
Árbitro: Ivo Madureira (4)

A Boavista é a grande surpresa da competição, há que o reconhecer. A jovem equipa de Marco Aurélio pratica bom futebol e tem uma atitude positiva nos encontros. A Maceirinha é uma equipa que luta muito, mas apresenta para já poucos argumentos.
o jovem Ivo Madureira teve uma tarde tranquila. Tardes destas também os árbitros precisam.

ALCOBAÇA 0 – GRAP 3
Árbitro: Diogo Amado (4)
Resultado justo do conjunto de Carlos Ribeiro, mas por números exagerados. O 0-2 espelharia mais o que se passou no encontro. O Alcobaça tem uma equipa para o meio da tabela classificativa, já o GRAP embora não o assuma é candidato à subida.
Diogo Amado realizou uma arbitragem a roçar a perfeição. Bom regresso ao campeonato distrital.

MIRENSE 2 – VIEIRENSE 0
Árbitro: Eduardo Brites (3)
Em primeiro lugar, os parabéns ao Mirense por ter aderido à plataforma Mycujoo e ter podido assistir ao jogo na íntegra. A vitória do conjunto de Cabé não oferece a mínima contestação, considero que até peca por escassa, tal foi o domínio. Atenção ao avançado Kiko, do Mirense.
Eduardo Brites não teve um trabalho nada fácil, mas o trabalho foi positivo. Os jogadores envolveram-se várias vezes em quezílias e nem sempre é fácil gerir estas situações. Quem já foi árbitro sabe como é.

PORTOMOSENSE 2- FIG.VINHOS 0

Árbitro: Cláudio Monteiro (4)

Jogo com pouca história. A superioridade dos locais foi evidente, perante um Fig.Vinhos que precisa de mais qualidade em alguns sectores. A este Portomosense também se exige mais. Tarde tranquila para o árbitro Cláudio Monteiro.

SPORTING DE POMBAL 3 – PELARIGA 2
Árbitro: Henrique Brites (2)
O jogo fica marcado pela má arbitragem do jovem Henrique Brites, segundo a crónica do jogo publicada aqui no DERBIE. No que diz respeito ao jogo, superioridade dos locais no primeiro tempo, mas no segundo tempo a Pelariga apesar de não ter criado situações de perigo, acabou por chegar ao empate. No último lance do jogo surgiu o golo da vitória.
A juventude do conjunto pombalense tem muita qualidade. A Pelariga atravessa uma má fase, mas vai dar a volta por cima. A qualidade do plantel assim o exige.

MARINHENSE 2 – BENEDITENSE 1
Árbitro:Paulo Encarnação (4)
Vitória justa do Marinhense, perante um abnegado Beneditense. O “jovem” Pedro Emanuel voltou a fazer duas suas e bisou no encontro. O guarda-redes do Beneditense novamente a exibir-se em bom nível.
Paulo Encarnação realizou uma boa arbitragem, num jogo não foi difícil de dirigir.

Você pode deixar um comentário, ou um link a partir do seu site.

Escreva um comentário

Tem de efectuar log in para comentar o artigo.

Criado por pombaldir.com Nenhuma parte deste site pode ser reproduzido sem a autorização do jornal "O Derbie" Sugestões e Criticas a este site: [email protected] ou 968 628 512 e 236 217 163