AF.Santarém I União de Tomar vence União de Almeirim

Entrou melhor o União de Almeirim num jogo que viria a perder para o União de Tomar por 2-1, assumindo as despesas de um jogo em que teve mais posse de bola e exerceu mais pressão em todo o terreno, tendo construído algumas soberanas oportunidades, não concretizadas pelos avançados, graças a uma grande exibição do guarda-redes Nuno Ribeiro, que viria a ser o homem do jogo. E fora dele também, pois teve um gesto de fairplay para com o Almeirim, que teve uma semana muito difícil pelo luto de familiares do treinador e de um jogador.
O União de Almeirim entrou a mandar no desafio e o União de Tomar respondia através de contra-ataques e bolas paradas. Os guardas redes começaram a sobressair, evitando lances de golo eminente. Até ao intervalo, o União de Almeirim teve mais situações de golo. Uma por Bernas, que enviou a bola à barra, e uma outra oportunidade por Freitas, que viu o guardião Nuno Ribeiro negar um golo quase feito.
No entanto, contra a corrente do jogo, Pires abriu o marcador para a equipa da casa. Um grande golo, sem hipótese de defesa, muito perto do intervalo, dava vantagem a quem conseguiu encontrar o caminho para a baliza e penalizava o desacerto concretizador do Almeirim.
Na segunda parte, o União de Almeirim tentou fazer melhor, através de uma posse de bola mais criteriosa. A equipa de Mário Nelson tentava chegar ao empate, sem pressas, controlando a partida e o adversário, mantendo a pressão sobre a equipa tomarense e o golo adivinhava-se.
O que é certo é o União de Tomar apresentou-se muito coeso, muito fechado e lutador, e ia conseguindo levar a água ao seu moinho.
Aos setenta minutos de jogo, num lance de contra-ataque, o possante avançado João Pedro amorteceu a bola para Flávio Graça que executa um passe com maestria para Handerson Lacerda fazer o segundo golo da equipa templária.
O União de Tomar estava mais confortável com dois golos de vantagem, mas o União de Almeirim nunca desistiu de tentar inverter o rumo dos acontecimentos e de entrar na discussão dos pontos.
Viria a marcar, num bom golo de Freitas, mas que chegou tarde, pois apesar de ainda ter tentado chegar ao empate, o guarda redes Nuno Ribeiro e os colegas da defesa tomarense não deixaram pelo menos os visitantes dividir os pontos.
O União de Almeirim merecia outro resultado, mas o União de Tomar soube tirar partido do jogo, pelo que a vitória assenta bem à equipa de Lino Freitas. Boa arbitragem de Hélder Carvalho.

Estádio Municipal de Tomar
Árbitro, Hélder Carvalho, Assistentes, Rafael Escudeiro e, Rui Ferreira.

União de Tomar 2
Nuno Ribeiro, David Vieira, Filipe Cotovio, Monteiro, Douglas, Nuno Rodrigues, Telmo Ferreira, Pires (André Lopes), Flávio Graça (Faustino), João Pedro, Handerson Lacerda (Kiko).
Treinador: Lino Freitas.
Suplentes não utilizados, Brito, Diogo Gaspar, Rui Lopes, Nati.

União de Almeirim 1
João Bernardo, Palhoto, Gonçalo Cruz, Bernas, João Rodrigues (Miguel Luz), João Martins (cap.), Barbosa (Bruno Conduto), Prates, Filipe Pereira, Persi, Freitas.
Treinador: Mário Nelson.
Suplentes não utilizados: Diogo Jesus, Edmilson Cabral, Marco Oliveira, Rafael Alturas, João Rosário.

Golos: 43 Pires, 70 Handerson, 85 Freitas.

*Jorge Duarte – parceria rádio Hertz e mediotejo.net

Você pode deixar um comentário, ou um link a partir do seu site.

Escreva um comentário

Tem de efectuar log in para comentar o artigo.

Criado por pombaldir.com Nenhuma parte deste site pode ser reproduzido sem a autorização do jornal "O Derbie" Sugestões e Criticas a este site: [email protected] ou 968 628 512 e 236 217 163